Denúncia contra outros profissionais

Há situações ao longo de vida profissional de assistentes sociais em que pessoas com outras formações e atribuições podem vir a atingir a honra profissional de assistentes sociais. Nestas ocasiões, nosso código de ética prevê a possibilidade de abertura de um processo de desagravo público.

Já nas situações em que outros profissionais estão atuando como assistentes sociais, sem ter formação de nível superior que os habilite para isso, o caminho é comunicar à Comissão de Orientação e Fiscalização do CRESS-RJ, com o maior detalhamento possível, a situação vivenciada. Nestas situações é garantido ao autor da denúncia o sigilo de sua identidade. Mas é fundamental que a denúncia seja identificada, de forma a possibilitar a elucidação de eventuais dúvidas acerca da denúncia apresentada.