Comissão Permanente de Ética

A Comissão Permanente de Ética do Conselho Regional de Serviço Social/7ª Região é uma das comissões regimentais. Os integrantes dessa comissão têm trabalhado no sentido de reafirmar o projeto ético-político da categoria, avaliando denúncias de possíveis infrações cometidas por assistentes sociais contra os princípios do Código de Ética.

O papel da Comissão Permanente de Ética é a elaboração de pareceres éticos a respeito dessas denúncias que chegam ao Conselho. Após análise da denúncia, que ocorre a partir das prerrogativas que constam no Código Processual de Ética (Resolução CFESS 452/2002), o parecer é submetido ao Conselho Pleno do CRESS, que decide abrir processo ético disciplinar ou o arquivar a denúncia.

Porém, o trabalho da Comissão Permanente de Ética não se limita à análise da denúncia. Ela também cumpre papel pedagógico junto aos envolvidos, afirmando a identidade da profissão. Esclarece o que é o trabalho do Serviço Social para alguns usuários que realizam denúncias, esclarece a diferença entre denúncia ética e denúncias de outra natureza (criminal, cível, administrativa), afirmando os princípios e as normativas éticas presentes no Código de Ética Profissional.

Presidente: Cristiane dos Passos Guimarães – CRESS nº